vide verso

Porque a vida sempre tem o outro lado

Laura Gillon

O segredo é fechar os olhos, deixar o mistério ser a bússola mais fiel e, pelas trilhas, aprender — sempre! — a (d)escrever

Nas nuvens


clouds.jpg

Brincava de desenhar nas nuvens: o indicador suspenso, como em sinal de atenção. Ia bailando pelos etéreos algodões da memória ou da vontade do porvir. Nem precisava ficar com os olhos abertos. Tinha gravada na mente a arte do céu e cada traço do viver.

E o céu dançava com a intensidade do ventar. Lá iam seus pés também, acompanhando as suaves mas firmes mãos do caminho; estavam rascunhados no branco da nuvem, mudando de posição junto com o ir da vida e do vento teimoso e indeciso.

Mas o destino borrou o desenho mais uma vez. Ah, que pena! Não faz mal, o céu estaria sempre ali. E, sem dúvida, as nuvens bailarinas também.


Laura Gillon

O segredo é fechar os olhos, deixar o mistério ser a bússola mais fiel e, pelas trilhas, aprender — sempre! — a (d)escrever.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/// //Laura Gillon